Alongamento e Reconstrução Óssea

Você é Candidato?

Muitos pacientes são candidatos a fazerem tratamento com o uso de fixadores externos, para tratamento das mais variadas patologias do sistema músculo-esquelético.

O método pode ser utilizado em casos agudos, como nas fraturas complexas ou nas fraturas expostas nas quais exista a contraindicação de uma fixação interna pelo risco de infecção.

Ainda nas fraturas, frequentemente é utilizado no tratamento das sequelas. Não é tão infrequente que o tratamento primário de alguns pacientes resulte em encurtamentos e/ou deformidades que podem ser corrigidos, de forma percutânea, com o uso de fixadores externos. Devido ao grande número de acidentes, este talvez seja o maior grupo que busca ajuda no consultório.

Nas crianças o método pode ser utilizado nas deformidades congênitas onde o tratamento, muitas vezes, inicia em idade bem precoce. As patologias mais frequentemente tratadas são: Hemimelia, fêmur curto congênito, pseudo-artrose congênita, entre outros.

Uma das patologias mais graves é a osteomielite e, hoje em dia, que tem cura com a utilização de fixadores externos com a técnica de transporte ósseo. Para saber mais clique aqui.

O Que Dizem Nossos Pacientes

“Desculpem a demora, mas como já te expliquei, escrever é um dos meus prazeres”. Se julgarem muito longo, estão desde já autorizados pela humilde autora, a suprimir trechos, sintam-se à vontade (pois está bem mais longo, do que duas linhas).

Se tivesse que descrever aqui...”

maisLucilene Severo Rodrigues
24 de fevereiro de 2012

Porto Alegre Health Care